Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Servicos(Semiologia)Ap

Semiologia

Apresentação | Objetivos | Metodologia

Apresentação

Carga Horária : 340 horas

Número Total de Alunos : 110

Duração do Curso : 2 semestres (3° ano)

 

Gil Eduardo Perini
Prof. Auxiliar do Depto. de Clínica Médica/FM
Médico Especialista em Cardiologia
Mestrando em Medicina Tropical/UFG
Coord. do Internato/FM
E-mail: gilperini@uol.com.br

 

 

 

 

 

Programação Semiotécnica

Análise dos Principais Sintomas

1. Dor - cefaléia, dor torácica, dor abdominal, dor lombar, artralgia e dor em extremidades
2. Tontura, vertigem, lipotímia, síncope, desmaio e convulsão
3. Paresia e parestesias
4. Febre
5. Tosse, expectoração, chieira,
6. Má digestão e obstipação
7. Dispnéia
8. Edema
9. Distúrbios da micção

Exame Psíquico

1. Impressão Geral Sensopercepção
2. Consciência Vontade
3. Atenção Psicomotricidade
4. Orientação Inteligência
5. Pensamento Afetividade e condições emocionais
6. Memória

Exame Físico Geral

Programação Semiologia Pediátrica

Os alunos trabalharão no ambulatório de Pediatria sob a supervisão do Professor Roque Gomide fazendo o atendimento global das crianças.

Programação Semiologia da Adolescência

Objetivos

Geral - Preparar o aluno para o exame clínico do adolescente

Específicos: o aluno deve ser capaz de:

- Identificar as principais transformações biológicas da adolescência
- Identificar as principais transformações psicossociais na adolescência
- Realizar anamnese com adolescentes

Bibliografia

- Guimarães, E.M.B - Semiologia do Adolescente. In: Porto, C.C. - Semiologia Médica. 4a Ed. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2001.
- Outeiral, J. Adolescer. Artes Médicas. Porto Alegre, 1992.
- Osório, L.C. Adolescente Hoje. Artes Médicas. Porto Alegre, 1989.
- O Diário de Anne Frank

Programação Semiologia do Idoso

Objetivos:

Geral: Preparar o aluno para o exame clínico do idoso, de forma que ele se sinta confortável e mais seguro ao abordar um paciente com múltiplas queixas e vários problemas de saúde.

Específicos: Ao final do curso ele deverá ser capaz de:

1. Reconhecer os aspectos biológicos, psicológicos e sócio-culturais do envelhecimento humano;

2. Realizar a anamnese e o exame físico do idoso com especial atenção aos fatores de risco, aos aspectos sociais, às características psicológicas, ao estado mental, às condições nutricionais e à capacidade funcional do idoso;

3. Modificar a sua abordagem para obter um exame clínico satisfatório do paciente idoso portador de incapacidade física e/ou mental ou em um contexto em que ajam barreiras de comunicação.

4. Realizar a avaliação funcional e graduar o grau de dependência do idoso;

5. Compreender os conceitos de deficiência, incapacidade e desvantagem;

6. Compreender a importância da avaliação multidisciplinar para o idoso frágil;

7. Compreender as interações entre as doenças e as particularidades de sua apresentação nos idosos.

8. Compreender as características das grandes síndromes geriátricas (gigantes da geriatria) e a sua capacidade para comprometer severamente a qualidade de vida e dificultar o exame clínico.

Programação Iniciação à Bioética

Objetivos

Desenvolver a capacidade de refletir, problematizar e debater as situações práticas do dia-a-dia do estudante e do futuro profissional, conflituosos ou não, com o intuito de alcançar uma competência ética, enquanto domina conteúdos, habilidades e atitudes;

Promover o conhecimento dos fundamentos da Bioética, e dos Códigos Civil, Penal, Estatuto da Criança e do Adolescente, Código do Consumidor, Códigos Profissionais, como o Código de Ética Médica, e os demais Códigos e Declarações Internacionais relacionadas à saúde humana;

Propiciar momentos de interação com as demais pessoas , colegas e professores , exercitando o aprender a ouvir , falar, cooperar, organizar, calar,

Metodologia:

" Exposição sobre os fundamentos da bioética ;
" Discussão de casos clínicos com enfoque nos aspectos Bioéticos.
" Reflexão sobre os aspectos bioéticos envolvidos nas atividades práticas dos estudantes tendo em vista os cinco princípios bioéticos: Beneficência, Não-maleficência , Autonomia, Sigilo e Justiça,
" Técnica de observação direta ou indireta da atitude dos alunos nas atividades práticas.
" Cada atividade será organizada e coordenada de acordo com as regras definidas pelo grupo, com responsabilidade e maturidade, assim, permitindo a democratização do processo ensino-aprendizagem, funcionado de "per si", como um processo pedagógico.

 

Programação Técnicas Básicas de Enfermagem

Objetivos específicos desta unidade:

" Realizar a lavagem das mãos corretamente
" Calçar e vestir luvas mantendo a assepsia
" Discorrer sobre os princípios da biossegurança
" Analisar a situação atual das práticas de biossegurança nos campos que freqüentar
" Descrever as técnicas de comunicação terapêutica
" Refletir sobre seu papel no processo de interação com os pacientes
" Realizar curativos mantendo assepsia .
" Fazer administração de medicamentos
" Realizar sondagem vesical
" Realizar sondagem nasogástrica e nasoentérica

Listar Todas Voltar